Saúde

Nutrientes para uma pele saudável

pele saudável

Você é uma das milhares de mulheres que se preocupam com a beleza? Então, saiba quais nutrientes você precisa para ter uma pele saudável. 

Sua pele precisa do equilíbrio certo de nutrientes para fazer seu trabalho principal: uma barreira que protege o resto do corpo de coisas externas. Para ajudar a manter sua pele saudável e bonita, funcionando e se sentindo bem, alimente-a bem por dentro. 

Veja abaixo, como ter os cuidados para uma pele saudável.

Gorduras Saudáveis

É assim que sua pele fica “brilhante”. Pouca gordura em sua dieta pode tornar sua pele enrugada e seca. 

Concentre-se em gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas de plantas como nozes, sementes e abacates e de peixes. Eles ajudam a pele a ficar úmida, firme e flexível, e são melhores para o coração do que as gorduras saturadas. 

Os ácidos graxos ômega-3 são um tipo de gordura poliinsaturada, que seu corpo não pode produzir, mas precisa construir paredes celulares. Eles também bloqueiam um produto químico que permite que o câncer de pele cresça e se espalhe, e podem diminuir a inflamação. 

Proteína

Seu corpo transforma as proteínas que você come em blocos de construção chamados aminoácidos e os reutiliza para produzir outras proteínas, incluindo o colágeno e a queratina que formam a estrutura da pele. Os aminoácidos também ajudam a remover a pele velha. 

Alguns aminoácidos são antioxidantes que protegem as células da pele contra os raios UV e dos “radicais livres” produzidos quando o corpo decompõe certos alimentos ou está perto da fumaça do cigarro. 

Vitamina A

Tanto as camadas superiores quanto as inferiores da pele precisam de vitamina A. Parece prevenir os danos causados ​​pelo sol, interrompendo o processo que quebra o colágeno. 

Como é um antioxidante, pode dar à sua pele alguma proteção contra queimaduras solares (embora não tanto quanto usar protetor solar). 

Ele ajuda as glândulas sebáceas ao redor dos folículos capilares a funcionar e também pode ajudar a curar cortes e arranhões, especialmente se você estiver tomando esteróides para reduzir a inflamação. 

Sem vitamina A suficiente, sua pele pode ficar seca e com coceira ou irregular. 

Vitamina C

Pense em “C” para colágeno: essa vitamina ajuda a teia torcida de proteínas a manter sua forma. 

É também um poderoso antioxidante, protegendo-o dos radicais livres e possivelmente diminuindo a chance de câncer de pele. Baixos níveis de vitamina C podem causar hematomas e sangramentos nas gengivas fáceis, bem como feridas de cicatrização mais lenta. 

Vitamina E

Este antioxidante e anti-inflamatório também pode absorver a energia da luz UV, que danifica a pele e leva a rugas, flacidez e câncer de pele. Trabalha com vitamina C para fortalecer as paredes celulares.

Zinco

A camada externa da sua pele tem cinco vezes mais desse mineral do que a camada inferior. O zinco ajuda a sua pele a se curar após uma lesão. É necessário manter as paredes celulares estáveis ​​e que as células se dividam e se especializem à medida que crescem. 

O zinco pode proteger a pele dos danos causados ​​pelos raios UV devido à maneira como se comporta em relação a outros metais do corpo, como ferro e cobre. Também age como um antioxidante. 

Muito pouco zinco pode parecer eczema, mas a erupção cutânea com coceira não melhora quando você coloca hidratantes e cremes esteróides nele. 

Selênio

O selênio é um mineral que ajuda certos antioxidantes a proteger a pele dos raios UV. A deficiência de selênio tem sido associada a uma maior chance de câncer de pele. 

Alimentos e suplementos

Em geral, frutas e vegetais são boas escolhas porque contêm vitaminas benéficas para a pele e outros antioxidantes. 

Alguns alimentos contêm mais de um nutriente para a pele, o que geralmente os ajuda a funcionar melhor: 

  • Peixes gordurosos (salmão, sardinha, atum): proteína, ômega-3, selênio
  • Folhas verdes escuras (couve, espinafre, couve): vitaminas A, C e E; ômega-3; proteína – mais selênio no espinafre
  • Ovos: proteínas, vitaminas A e E, selênio, zinco
  • Sementes de linhaça: ômega-3, selênio
  • Leguminosas (lentilhas, grão de bico): proteína, zinco
  • Abacates: gorduras saudáveis, vitaminas C e E
  • Azeite extra virgem: gorduras saudáveis, vitamina E

Converse com seu médico se estiver preocupado que não esteja recebendo o suficiente desses nutrientes essenciais de sua comida para garantir que os suplementos não afetem sua saúde de outras maneiras. 

O óleo de peixe é uma fonte de ômega-3, por exemplo, mas tomá-lo pode não ser uma boa ideia se você estiver tomando anticoagulantes ou tiver um sistema imunológico enfraquecido. E os suplementos de zinco podem tornar alguns antibióticos menos eficazes.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.